Laboratório Químico do IQA é acreditado pela CGCRE

21 06 2016

São Paulo, junho de 2016 – Instalado nas dependências do Parque Tecnológico de Sorocaba, a 100 Km de São Paulo, o Laboratório Químico do IQA (Instituto da Qualidade Automotiva) acaba de ser acreditado pela CGCRE (Coordenação Geral de Acreditação do Inmetro), para ensaios de laboratório sob a identificação CRL 1093. A certificação, expedida pela CGCRE (Coordenação Geral de Acreditação), representa o reconhecimento da competência técnica do laboratório para o desenvolvimento das atividades de ensaios em produtos.

“Esta acreditação do laboratório tem o reconhecimento dos principais organismos de acreditação do mundo através dos acordos de cooperação do ILAC (International Laboratory Accreditation Cooperation), IAAC (Interamerican Acreditation Cooperation) e IAF (International Accreditation Forum)”, avalia Sérgio Kina, gerente técnico do IQA. O IQA atende a norma internacional de acreditação de laboratórios, a ISO/IEC 17025, além das normas específicas de ensaios para os escopos de ARLA 32 e de Líquido para Freios.

Para conceder a acreditação, a CGCRE analisou toda a documentação do sistema de gestão do laboratório e fez uma auditoria in loco, em que avaliou todos os processos de trabalho para a realização das atividades de ensaios. “O processo de acreditação é bastante complexo e extenso. Na auditoria, a CGCRE faz uma averiguação completa do sistema para a verificação de nossa competência técnica e atendimento das normas de acreditação”, conta Kina.

Para o gerente técnico do IQA, a principal vantagem de receber a acreditação da CGCRE é o reconhecimento da competência a nível nacional e internacional das atividades do laboratório. “Todas as nossas análises são realizadas com equipamentos de última geração e a disposição para toda a sociedade”, destaca.

Segundo Mário Guitti, superintendente do IQA, o laboratório agora deve ampliar os escopos de atuação. “Além disso, o IQA contribui com o desenvolvimento de novas tecnologias. Vamos firmar parcerias com as universidades para a realização de ensaios em nosso laboratório e prestação de serviços às empresas”, afirma Guitti.

1
Escrito por
Imprensa IQA